quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Curso voltado para tropa da Companhia de Operações Especiais da PMSE inicia atividades

Atualizar os conhecimentos dos policiais militares da Companhia de Operações Especiais (COE) e esclarecer possíveis dúvidas sobre a atividade diária da tropa especializada da Polícia Militar. Esta é a finalidade do Curso de Capacitação e Nivelamento de Ações Táticas Especiais - Nível Básico (CCNATE/ 2009), que iniciou atividades nesta segunda-feira, dia 10, e segue até 4 de setembro, em Aracaju. O curso é destinado a soldados, cabos e sargentos integrantes da COE, que começaram a receber instruções teóricas e práticas para qualificar o desempenho da tropa nas demandas de ações táticas especiais exigidas no dia a dia da unidade.

As aulas vão ocorrer de segunda à sexta-feira e eventualmente no sábado, totalizando uma carga horária de 80h/aula. Ao longo de quatro semanas, os policiais da COE serão capacitados e qualificados no tocante aos procedimentos de abordagens em suas diversas modalidades, técnicas de condução de presos e escoltas diversas, além de técnicas modernas de negociação com reféns. O curso oferece ainda instruções na área de direito penal voltadas para a atividade policial e técnicas sobre o tiro defensivo, ressaltando a segurança do militar na execução da atividade de risco.

O CCNATE/ 2009 funcionará pela manhã, de forma presencial, podendo ser utilizados os turnos da tarde e da noite para outras atividades relativas ao curso. As aulas serão ministradas por instrutores e monitores da Polícia Militar, com total domínio sobre a disciplina. O rendimento da aprendizagem será avaliado sob aspectos quantitativos e qualitativos, expressos em graus que variarão de zero a 10 pontos, sendo os participantes submetidos a duas provas: uma teórica e outra prática.

As instruções são ministradas nas dependências do Batalhão de Polícia de Choque e no estande de tiro da Petrobrás. Os discentes que forem aprovados receberão certificado alusivo ao treinamento realizado.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Criação do GTA, GETAM e GATI

 

A Polícia Militar de Sergipe ganha helicóptero, hangar e novos veículos para o policiamento ostensivo no Interior e na Grande Aracaju

Na tarde desta segunda-feira, 8 de Junho de 2009, foi realizada a solenidade de criação do Grupamento Tático Aéreo (GTA), com a apresentação de um helicóptero que(''infelizmente'') foi locado para atuar em situações de emergência policial, radiopatrulhamento aéreo, defesa civil, além de missões de busca e salvamento e apoio a órgãos públicos. (''Impressionante como a Segurança Pública ainda é desvalorizada, mesmo no auge de sua valorização. Como pode Governo de Sergipe, com tanto dinheiro, apenas locar um helicóptero ao invés de comprá-lo. Mais um jogo político para vocês se deliciarem'').

7_3

GTA - Grupamento Tático Aéreo

Também foi realizada a entrega oficial de veículos que equiparão o Grupamento Especial Tático de Motocicletas (Getam) e o Grupamento de Ações Táticas do Interior (Gati). Foram entregues, respectivamente, 27 motocicletas novas, sendo 20 de 660 cilindradas e sete de 250 cilindradas, além de quatro viaturas Blazer, que já integravam a frota da PM.

O coordenador do GTA, é coronel Maurício Iunes, as motocicletas do Getam, estão sob o comando do capitão Gilmar Santana, e comandando o Gati, está o major Hilário Santana.

Na ocasião também foi realizada a inauguração do hangar que leva o nome do major Álvaro Jorge da Silva, morto num acidente aéreo em 2007, que fora um dos entusiastas para a criação do grupamento aéreo da PM.

Estrutura de segurança

“Segundo dados do Ministério da Justiça, Sergipe é hoje o estado que mais investe em segurança pública no Nordeste brasileiro. São investimentos como esses que, além de aumentar a proteção da sociedade, dão condições efetivas para que os homens possam trabalhar com mais segurança, conforto e eficiência”, argumentou o governador ao explicar a importância do ato. (''KKKKK - Vocês acreditam nisso??? Nossa Segurança Pública vai de vento em polpa, e os nosso combatentes, são os que possuem ótimas condições de trabalho, não trabalham bem porque não querem, e tem mais, a nossa sociedade tem uma ótima proteção. Vai ver que esses crimes por aí são apenas passa tempo, para não desempregar milhares de policiais; juízes; advogados; e assim vai. kkkk - Piada galera'')

O governador também citou ferramentas como o novo Ciosp 190 ( ''Só liguem se tiverem papel e caneta na mão, para anotar o número de protocolo, isso mesmo,não é a Oi, é o novo 190'') , que agregam tecnologia e inteligência no planejamento e execução de operações policiais.

''Suposta'' Economia

Sobre a aeronave incorporada aos serviços da PM, o governador esclareceu que pelas vantagens na relação custo/benefício, foi efetuada a locação do equipamento, através do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por R$ 4 mil/hora, já incluindo manutenção e combustível. A despesa mensal gira em torno de R$ 120 mil (''Minhas contas não deram isso não. Não sei que está errado''). Anteriormente, o helicóptero era alugado por R$ 3,2 mil, mas o combustível era pago pelo Estado.

(''Só a título de informação e curiosidade, um helicóptero Esquilo novo, ''na caixa'', custa em torno de R$ 3 milhões, o que daria pra ser pago em 25 meses com os R$ 120 mil/mês do aluguel.'')

O helicóptero Esquilo tem autonomia para voar durante 2,5 horas e é uma das aeronaves mais empregadas em todo o mundo para o trabalho policial devido às características de mobilidade e robustez.

Finalidades dos Grupamentos

O novo Grupamento de Motocicletas (Getam), tem como finalidade combater, principalmente, os assaltos realizados por motociclistas na Grande Aracaju, e fiscalizar o trânsito. O grupamento pertence ao Batalhão de Policiamento de Trânsito e é subordinado operacionalmente ao Comando de Policiamento Militar da Capital (CPMC).

4_31

GETAM - Grupamento Especial Tático de Motocicletas

Já o Gati, composto no primeiro momento por 20 policiais militares oriundos do Batalhão de Choque e que já passaram por treinamentos e operações na Força Nacional de Segurança Pública, está vinculada ao Comando do Policiamento Militar do Interior (CPMI) e foi criado para reforçar o patrulhamento preventivo e reforçar ações de repressão a crimes de maior potencial ofensivo em cidades do interior do estado.

3_45

GATI - Grupo de Ações Táticas do Interior

Texto original retirado de http://www.pm.se.gov.br/pm.php?var=1244544562

Fotos: Márcio Dantas/ASN

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Conheça um pouco da Companhia de Operações Especiais de Sergipe

                                              Grupamento Tático - COE

Histórico

Fundado em fevereiro do ano 1996, o Comando de Operações Especiais da Polícia Militar do Estado de Sergipe (COE) se tornou Companhia de Operações Especiais a partir de setembro de 2002, integrando o Batalhão de Operações Especiais. Atualmente encontra-se situada no Complexo de Polícia Especializada, na cidade de Aracaju/SE.

Desde a sua fundação até o ano de 2002 esteve situado na avenida Melício Machado, no bairro Atalaia (atualmente sede da CPRp (Rádio Patrulha)). Nos últimos anos, diversos policiais da COE foram enviados pelo comando da corporação para cursos especiais em outras polícias e nas Forças Armadas do Brasil.

Missão

Os policiais de Operações Especiais estão habilitados a atuarem nas mais diversas atividades, com formação específica em: agentes químicos, tiro sniper, operações de resgate em altura, operações de bloqueio, controle de distúrbio civil, operações aquáticas, ações táticas de retomada de reféns, segurança de autoridades, ações anti-seqüestro, operações na caatinga, ocorrências envolvendo artefatos explosivos, operações em ambientes confinados, operações que envolvam rebeliões em estabelecimentos prisionais, entre outras.

Atualmente, a Companhia de Operações Especiais é dividida em dois GTs (grupos táticos) sendo estes subdivididos em três subgrupos, compostos por três policiais cada.

Área de Atuação

A Companhia de Operações Especiais tem atuado em parceria com outras subunidades do BOPE (ROCA e BPCHoque) na prevenção e repressão a roubos a banco, seqüestros e tráfico de drogas, combatendo e desarticulando através do seu serviço de inteligência quadrilhas especializadas.  Atualmente, a COE é referencial no Estado de Sergipe, contribuindo nos treinamentos para policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais civis, além de subunidade multiplicadora de conhecimenos na própria PMSE.


Para Contato

Endereço: avenida Tancredo Neves, s/nº - bairro Capucho, Aracaju/SE

Também Sede do COPE.

Telefone: (79) 3179-7710 FAX: (79) 3179-7717


Resto do Post

terça-feira, 17 de março de 2009

C.O.E. – PMSE / Operações Especias

 

  Um Blog totalmente dedicado a Companhia de Operações Especiais da Polícia Militar de Sergipe. Novidades>Treinamentos>Ações>E Muito Mais